AP ALICE

Foi assim que eu conheci ela, em 2018, um ano "balançante". Era preciso mudar e encontrar um novo canto no mundo.
O conceito do projeto foi: uma casa com cheiro de bolo.

Era a tradução do que importava naquele momento, acolhimento, pertencimento. Bolo é uma coisa que só tem em casas onde realmente mora gente.

No fim da obra levei um bolo de laranja e uma almofada escrito "ela balança, mas não para" pra por no balanço da sala.
Nesse dia, preguei na parede cada um dos corações que ela coleciona, nesse mesmo cantinho do balanço.

E aí no dia marcado pras fotos, tudo sacudiu de novo. Um diagnóstico difícil, planos adiados.

Um ano passou e cá estamos. Temos saúde. E as fotos!

Vibramos tanto nesse dia.
Cada foto era comemorada (aeeeeee! né, Carol? 😂)

Saí de lá achando tão bonito alguém colecionar corações. Decidi que o meu ela também tinha.

Uma hora ela me disse: "gosto muito da hora do dia que eu sento no balanço e tiro os pés do chão."

Até balança um pouco, mas essa leveza toda também faz flutuar.

Essa é a Casa da Alice 💙

Projeto:  Mu Arquitetura

Fotos: Caroline Bicocchi